sábado, 25 de abril de 2015

Empresa de Niterói coloca aparelho de ar condicionado em carro existente

Normalmente, as empresas em sistemas que exigem carros com refrigeração de ar compram carros zero KM adaptados para estas condições. Mas em muitos casos isso pode ser mais caro, pois carros com o aparelho instalado costumam custar mais. Algumas empresas optam por instalar aparelhos em carros comprados originalmente sem ar.

Foi o que fez a empresa Transoceânico de Niterói, que adaptou o carro 2.4.115 para que ele se tornasse refrigerado. Era o mais novo da frota da linha 53. A empresa está renovando as outras linhas, mas se recusa a renovar a frota das linhas 53 e 57.

A adaptação pode ser uma boa ideia. Em Salvador, uma escola de grade porte e que tem uma frota própria de ônibus escolares, adaptou todos os seus veículos - carros relativamente velhos, como CAIO Vitória, que nunca teve versão refrigerada - e ficou muito bem feito e funcional, garantindo inclusive a durabilidade dos carros, que foram integralmente reformados.

Na temos informação se outros carros serão adaptados ou se a Transoceânico irá estender sua renovação à frota que serve o barro de Viradouro. O que se sabe que pelo menos é mais um refrigerado na linha 53, que já conta com dois carros de piso baixo que já contam com refrigeração.

Mas cá para nos, em outros tempos as linhas 53 e 57 eram bem melhor servidas antes do novo e autoritário sistema curitibanizador da prefeitura, com um numero maior de carros refrigerados e micros com poltronas de rodoviários de longa distância.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.