sexta-feira, 28 de junho de 2013

São José dos Campos padroniza, mas facilita a identificação imediata das empresas

Sou contra a padronização visual. Vejo que a identificação das empresas operadoras faz parte da qualidade do transporte público. O único caso em que aceito a padronização é justamente quando não impede essa identificação, como acontece em São José dos Campos, onde cada empresa é identificada por uma cor, apesar de seguir o mesmo padrão estético.

No caso da cidade paulista, o respeito ao passageiro foi mantido, já que pela cor, ele reconhece a empresa que faz o serviço de sua linha, podendo fiscalizar a qualidade de seu serviço, sem ter a prefeitura como intermediária.

Neste caso, as regras para publicação de fotos de frotas padronizadas não se aplica.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.